Pages

 

sábado, 24 de janeiro de 2015

Chorrochó, Senhor do Bonfim, Dorotheu


Chorrochó está em festa neste corrente mês de janeiro. E sendo assim, não é tempo de falar de coisas ruins como, por exemplo, da administração atual do município que, de sofrível, passou a ser lamentavelmente pífia.
              A população está em êxtase, mormente os católicos. Quem católico não é também vive a ocasião, porque se irmana com todos. Todo mundo abre um parêntese, um hiato em sua rotina e se entrega a esses dias de paz, reflexão e harmonia. Precisamos disto, todos precisam disto.
              E se não é tempo de falar de coisas ruins - da administração municipal, por exemplo - sobra espaço para falar das coisas de Deus que, no dia-a-dia, pouco nos ocupamos com elas.     
              A festa de Senhor de Bonfim de Chorrochó é uma tradição religiosa secular. Quem entende muito deste assunto é a professora Neusa Maria Rios Menezes de Menezes, que escreve irrepreensivelmente bem sobre Chorrochó, sua história e tradições. A professora Neusa é dedicada, inteligente, culta e, sobretudo, defensora intransigente dos valores chorrochoenses. É um esteio cultural admirável.
              Grande parte do movimento da festa acontece numa praça nas imediações do sagrado templo de Senhor do Bonfim, que tem nome, mas o nome não é visto, ninguém sabe, ninguém viu. É a Praça Prefeito Dorotheu Pacheco de Menezes que, salvo melhor juízo, a Câmara Municipal aprovou lei denominando-a assim, mas o Poder Executivo não a sancionou. Não sei os motivos dessa resistência, desconheço a razão do engavetamento da lei aprovada pela edilidade, mas como não é tempo de falar de coisas ruins, deixa pra lá.  
               O fato é que Chorrochó está em festa. E fato é também que o povo está feliz, momentaneamente feliz. Estaria mais, se o município estivesse entregue em mãos mais cuidadosas. Mas não é tempo de falar de coisas ruins.
               Lembro que na primeira missa celebrada em memória de Dorotheu Pacheco de Menezes, na igreja de Senhor do Bonfim de Chorrochó, eu disse essas palavras, aliás, muito mal pronunciadas, porque emocionado: “Ser homem público é ser curioso com a vida, cutucar a história e conspirar para mudar o tempo”. É uma citação do falecido político cearense Armando Falcão.
              Hoje o nome de Dorotheu estaria visível na praça, em respeito ao povo de Chorrochó e à memória desse homem público, se a chefia do Poder Executivo Municipal tivesse cumprido o seu papel neste particular: cutucado a história e conspirado para mudar o tempo. Mas não é tempo de falar de coisas ruins: a administração municipal atual, por exemplo.        
              É tempo de paz. É tempo de reflexão. É tempo de abraços.

              araujo-costa@uol.com.br

Blog do Dário Barbosa
LEIA MAIS...

São Paulo elimina o Vasco e decide Torneio de Manaus com o Flamengo

Comemoração do São Paulo contra o Vasco (Foto: Bruno Kelly / Estadão Conteúdo )
Bola na trave, gol de oportunismo, gol contra, gol de cabeça, cartões amarelos, expulsão... Vasco e São Paulo se encontraram na noite desta sexta-feira, na Arena da Amazônia, em Manaus, para um jogo amistoso em um torneio triangular. Mas cariocas e paulistas deram tom de encontro oficial ao duelo. E nesse ritmo, o Tricolor levou a melhor. Venceu por 2 a 1, com gols de Luis Fabiano e Souza. Bruno, contra, fez para o Cruz-Maltino. 
Derrotado também pelo Flamengo, outro time que disputa o Torneio de Manaus, o Vasco se despede e volta ao Rio de Janeiro eliminado. No domingo, às 17h (de Brasília), Tricolor e Mengão fazem a "final". Quem vencer, fica com o título. Vale lembrar que, pelo regulamento, se houver empate há uma decisão por pênaltis - aí, o vencedor nessa disputa ganha um ponto extra, além daquele somado pela igualdade.
Ponto negativo na partida desta noite foi o público. Apenas 8.929 torcedores estiveram na Arena da Amazônia. Os ingressos custavam de R$ 70 a R$ 300.

O jogo
Bola na trave com menos de um minuto de cronômetro. Bom sinal, mesmo que em um jogo amistoso. Foi assim na Arena da Amazônia para Vasco e São Paulo. Após cruzamento de Carlinhos da esquerda, Michel Bastos, de cabeça, acertou a trave. Pressão tricolor! A reação do time carioca até que foi rápida. Aos sete, Rafael Silva teve chance em chute na grande área. Mas parou em boa defesa de Rogério Ceni.
Michel Bastos e Rafael Silva foram as principais armas dos dois times. Mas foi Luis Fabiano, o artilheiro tricolor em 2014, que abriu o placar aos 13 minutos. Ele aproveitou passe de Michel e tocou para a rede. Melhor em campo, o São Paulo pressionou. Porém, num desses lances, Souza se atrapalhou e os cariocas armaram contra-ataque. Marcinho cruzou e Bruno, em dividida com Montoya, fez contra: 1 a 1, aos 32.
Comemoração do Vasco contra o São Paulo (Foto: Marcelo Sadio / Vasco.com.br)

O Vasco buscou acelerar o jogo logo no começo do segundo tempo. Na pressão, tentou surpreender o São Paulo. Mas não conseguiu levar perigo a Rogério Ceni. Em ritmo mais lento do que na primeira etapa, o Tricolor também não assustou Martín Silva. Claramente, a partida caiu de rendimento na etapa final. Começo de temporada, calor amazônico, desentrosamento...
Porém, aos 32 minutos, o São Paulo conseguiu chegar ao segundo gol. Paulo Henrique Ganso bateu falta cruzada para área e Souza apareceu para marcar de cabeça. Pouco antes, na preparação para essa falta, Rafael Toloi levou cartão vermelho por ter agredido um jogador do Vasco na grande área. Mesmo com um a menos, o Tricolor se segurou e conseguiu manter o placar a seu favor. Fim de jogo. 

Blog do Dário Barbosa 
Fonte: Globoesporte.com
LEIA MAIS...

Cipe-Caatinga reuniu-se com oficiais e delegados da região para traçar ações de segurança nos municípios de Abaré, Chorrochó, Macururé e Rodelas


O comandante da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe-Caatinga), José Carlos Soares Mariano, se reuniu com oficiais e delegados da região para traçar ações de segurança nos municípios de Abaré, Chorrochó, Macururé e Rodelas. A reunião aconteceu na sede da unidade em Barra do Tarrachil, Chorrochó, Bahia. 
O encontro discutiu formas de elevar a eficiência do serviço prestado pelas instituições policiais. 

Blog do Dário Barbosa 
Fonte: ASCOM CIPE-CAATINGA
LEIA MAIS...

Acidente automobilístico próximo ao Trevo do Ibó deixa dois mortos


Por volta das 5:00 horas da manha da última quarta feira (21), na altura do Km 75, BR 116, entre o trevo do Ibó e a cidade de Salgueiro-PE, um veiculo caminhonete Amarok, cor preta, placa, ELV - 4777, Piracicaba/SP, conduzido por Francisco Henrique de Sousa, 48 anos de idade, se chocou na traseira de um caminhão baú carreta, placa LLN - 4647, Belforo Roxo/RJ.
De acordo com os primeiros depoimentos do motorista, o mesmo acredita ter cochilado e ao perder o controle do veiculo bateu na traseira do caminhão que estava estacionado no acostamento.
Logo após terem sido comunicados do acidente, Policiais Rodoviários Federais, lotados no Posto de atendimento do Trevo do Ibó, se deslocaram para o local, ao constatarem a gravidade, e que, havia vitimas, entre elas uma vitima fatal, acionaram os serviços de atendimentos dos hospitais e Cabrobó e de Salgueiro.
Quatro vitimas sobreviventes, entre elas o motorista, foram imediatamente socorridas, tendo o apoio dos profissionais de saúde do hospital de Cabrobó. Duas das vitimas, o motorista Francisco Henrique de Sousa e Natalia Silva Sousa, foram levados para o hospital da cidade de Cabrobó, outras duas para o hospital da cidade Salgueiro. Os nomes das vitimas levadas para Salgueiro não foram revelados.
O filho do condutor do veiculo, que estava no banco de passageiro ao lado do motorista morreu na hora. O corpo do jovem que não teve a identidade revelada ainda está preso as ferragens, aguardando os técnicos do IML para que sejam adotados os procedimentos de costume em casos como esse.
As primeiras informações dão conta, que o caminhão carreta estava estacionado no acostamento por conta de uma batida em um jumento. Até o momento temos as informações que as 4 pessoas sobreviventes, passam bem e estão sendo medicados. O motorista da carreta não sofreu nenhum tipo de ferimento.



Blog do Dário Barbosa 
Fonte: Jornal Gazzeta do Sertão
LEIA MAIS...

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

DEU NAS REDES SOCIAIS- Rita Campos abre teus olhos e toma cuidado com tua sobrinha!

Meus conterrâneos de nossa tão amada e querida cidade de Chorrochó, não é segredo que o nosso município encontra – se em total estado de calamidade pública. Isso nos dar a oportunidade e propriedade para afirmarmos o que já é público e notório que a secretaria que aqui a chamaremos vulgarmente de Aninha, está agindo com total deselegância e prepotência com a sua própria tia, a prefeita Rita Campos e com o povo chorrochoense. Na verdade, percebe – se na postura emblemática da secretária, o autoritarismo, incompetência política e administrativa. Em anos de convivência e em poucos minutos de conversa, não foi difícil perceber que a secretária em questão não esconde a sua obsessão pelo poder político, sobretudo o econômico e vou mais além, disse não medir esforços para chegar aonde tanto almeja. Secretária vulgo Aninha, aceite o meu desafio e coloque a disposição do povo chorrochoense a sua Declaração de Imposto de Renda no exercício 2013 e 2014; diga para o povo quem são os seus laranjas. Vereadores, nos represente de fato e instalem uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar a secretária que é carrasco dos nossos munícipes. PREFEITA RITA CAMPOS, eu participei da maior festa democrática brasileira elegendo – a, peço pelo amor de Deus, abra os olhos e veja que a sua própria sobrinha, a secretária ANINHA, é um câncer maligno que evoluiu na medula da prefeitura de Chorrochó e para o seu e o nosso próprio bem, precisa urgentemente ser extirpado. EU SOU JOSÉ SILVA E DEFENDO O POVO DE CHORROCHÓ

Blog do Dário Barbosa 
Facebook de José SIlva
LEIA MAIS...

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

População fica insatisfeita com atrações musicais da tradicional festa do Senhor do Bonfim em Chorrochó


Foi divulgada no grupo de Whatsapp Chorrochó News que vem chamando atenção, a programação dançante da tradicional festa do padroeiro Senhor do Bonfim de Chorrochó-BA. E a população não ficou nada satisfeita. Nem com as atrações que conta com revelações regionais e apenas uma banda de “peso” e nem com a quantidade de dias.

A programação divulgada foi esta:
Sexta-Feira (23\01): Tiago Moura e Pegada Mil Grau
Sábado (24\01): Adelino Almeida, Wilson Welson e Pagodão SA

Veja um texto onde uma moradora desabafa:
"Isso é revoltante! Já não contribuem com a festa como deveriam para fortalecer a festa do Senhor do Bonfim e ainda zombam da população contratando qualquer coisa para tocar na festa... E é mais revoltante ainda saber que a prefeitura realizou um belíssimo evento com boas atrações em Barra do Tarrachil,  algumas muito conhecidas do povo de toda essa região... que disponibilizou som todas as noites na festa de São Francisco realizando ainda quatro dias de festa e que aqui quer fazer dois dias de festa com atrações " meia boca"... como é que fica os barraqueiros? Será que não pensam que eles investiram nessa festa colocando barracas e que podem ter prejuízos com esse descaso da prefeitura para com a população de Chorroch[o? Se dissessem e provassem que não estão fazendo a festa porque vão investir na saúde, segurança e na educação, iria aplaudir de pé pela atitude, mas nem isso estão fazendo e além disso querem acabar com nossa tradição! Isso é vergonhoso! A festa do Senhor do Bonfim atraia visitantes de vários lugares e gerava renda para o município, e hoje????"

No Distrito de Barra do Tarrachil não foi diferente. Após ser divulgada as atrações da festa de São Francisco de Assis, várias pessoas reivindicaram nas redes sociais, criando grupos para que o poder municipal mudasse as bandas. E isso aconteceu, a prefeitura mudou e melhorou as atrações. Será que na sede será igual?

Blog do Dário Barbosa 
LEIA MAIS...

domingo, 18 de janeiro de 2015

Enquete: Se as eleições fossem hoje, em quem você votaria para prefeito(a) e Vice de Chorrochó?


LEIA MAIS...

sábado, 17 de janeiro de 2015

Tentativa de assalto a Casa Lotérica de Chorrochó-BA


Ontem dia (16) de janeiro por volta das 15h25min dois homens em uma moto CG Honda armados com revolver calibre 38 tentaram assaltar a casa lotérica da cidade, por sorte o dono da lotérica temendo a falta de segurança da cidade mandou blindar os vidros da casa e o funcionário ao perceber a ação conseguiu se esconder, e segundo o mesmo o  ladrão ainda ficou gritando volta aqui rapaz. Os elementos não tendo êxito na ação fugiram do local.
Após alguns minutos da ação uma viatura da policia militar seguiu em diligência para tentar capturar os indivíduos mais no momento não teve nenhum êxito.

Blog do Dário Barbosa 
Fonte: Chorrochoonline
LEIA MAIS...

Parceiros